Notícias 10/07/2019

Atento ativa o modo OI de perseguição

O histórico do cliente Oi com os teleleoperadores e teleoperadores baianos não é nada bom. O atendimento da operadora, que pula de empresa em empresa, é alvo frequente de reclamações da categoria junto ao Sindicato. 

A ampliação dos postos de atendimento da OI na Atento foi bastante comemorada pela empresa, afinal mais postos de trabalho significa mais lucro, mais emprego, mas no caso da OI, significa também muito mais problemas.

A forma como a operadora e a Atento estão cobrando o atingimento de metas aos teleoperadores  e aos supervisores beira a desumanidade. Há denúncias de proibição de pausas, buscas  dos gestores pelos teleoperadores no banheiro e assédio moral. Tudo isso somado à falta de higienização (recebemos imagens de fezes de pombo nas mesas do refeitório)e aos equipamentos de trabalho, como headset e cadeiras, além dos banheiros do módulo 1 quebrados.

No mês de maio, o Sindicato se reuniu com a empresa e apresentou as denúncias, dando um prazo para que a Atento adotasse as medidas cabíveis para corrigir as falhas. Passados quase sessenta dias da reunião, a empresa não resolveu quase nada.

Buscando a solução imediata dessas e de outras questões, o Sinttel e os trabalhadores da Atento Cabula realizarão um ato na porta da empresa nesta quarta-feira (10), a partir das 11h. já passou da hora da Atento arregaçar as mangas e apresentar um ambiente de trabalho saudável para os trabalhadores e trabalhadoras.