Saúde 16/03/2020

CORONAVÍRUS: Sinttel envia recomendações às empresas de telecomunicações

Com base nas orientações do Ministério Público do Trabalho  publicadas na NOTA TÉCNICA CONJUNTA Nº 02/2020 - PGT/CODEMAT/CONAP e do Ministério da Saúde, o Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações da Bahia recomenda às empresas de telecomunicações a seguirem as recomendações abaixo:

  1. FORNECER lavatórios com água e sabão;
  2. FORNECER sanitizantes (álcool 70% ou outros adequados à atividade);
  3. ADOTAR medidas que impliquem em alterações na rotina de trabalho, como, por exemplo, política de flexibilidade de jornada;
  4. ESTABELECER política de flexibilidade de jornada para que os trabalhadores atendam familiares doentes ou em situação de vulnerabilidade a infecção pelo coronavírus e para que obedeçam a quarentena e demais orientações dos serviços de saúde;
  5. NÃO PERMITIR a circulação de crianças e demais familiares dos trabalhadores nos ambientes de trabalho que possam representar risco à sua saúde por exposição ao novo coronavírus, seja aos demais inerentes a esses espaços;
  6. SEGUIR os planos de contingência recomendados pelas autoridades locais em casos de epidemia, tais como: organizar o processo de trabalho para aumentar a distância entre as pessoas e reduzir a força de trabalho necessária, permitir a realização de trabalhos a distância;
  7. ADOTAR outras medidas recomendadas pelas autoridades locais, de molde a resguardar os grupos vulneráveis e mitigando a transmissão comunitária;
  8. ADVERTIR os gestores dos contratos de prestação de serviços, quando houver serviços terceirizados, quanto à responsabilidade da empresa contratada em adotar todos os meios necessários para conscientizar e prevenir seus trabalhadores acerca dos riscos do contágio do novo coronavírus (SARS-COV-2) e da obrigação de notificação da empresa contratante quando do diagnóstico de trabalhador com a doença (COVID-19).
  9. FLEXIBILIZAR os horários de trabalho, especialmente para os trabalhadores que integrem grupos vulneráveis (idosos, diabéticos, hipertensos, aqueles que possuam insuficiência renal crônica e doença respiratória crônica);  

Os canais de comunicação do Sindicato estão à disposição dos trabalhadores e trabalhadoras, que devem comunicar, caso as empresas não coloquem em prática medidas de prevenção ao contágio pelo coronavírus.

Vale ressaltar que, os órgãos competentes já tomaram as medidas cabíveis e estão à disposição da população para atendimento e retirada de dúvidas.

O Ministério da Saúde disponibiliza  o aplicativo “Coronavírus – SUS”  e o Disque Saúde 136 para informar e combater as Fake News que causam pânico na população.

A fim de diminuir a possibilidade de contágio do coronavírus, o Sinttel Bahia reduziu o fluxo de atendimento nos próximos 15 (quinze dias). Dessa forma o (a) trabalhador (a), que desejar vir à Sede (Salvador) ou à Subsede (Feira de Santana) da entidade deverá entrar em contato previamente através dos nossos canais de comunicação.  

Sindicalize-se + Mais

Charges + Mais